/* */ Cor Sem Fim: Eu perguntei, Country Playground respondeu

8.2.16

Eu perguntei, Country Playground respondeu

Na passada sexta-feira, dia 5 de fevereiro, fui à Quina das Beatas (de que falei no post anterior) e entrevistei a banda Country Playground (que actuou nessa noite). A entrevista foi feita num ambiente super descontraído, com brincadeiras, fugidas a perguntas que não queriam ser fugidas e respostas a perguntas que eu estava curiosa.

Tive direito a um CD (que me esqueci de pedir para ser autografado!) e a fotos com os membros da banda, Rodrigo Cavalheiro e Fernando Silva. Ouvi a famosa frase "A gente morreu para poder renascer" (Rodrigo) quando perguntei sobre a situação dos Born a Lion (antiga banda a que ele pertencia). Fiquei a saber que, para eles, o público tem sempre a mesma intensidade pois "tocar ao vivo é que é  A cena". Nota-se que entre eles as coisas fluem naturalmente e o processo criativo deles é muito à base disso pois "Ele [Fernando] dá um riff, eu [Rodrigo] solto uma malha e começamos a fluir, a fluir, a fluir..... e começamos a escrever". Parece fácil e eles admitem que assim é quando se encontra a pessoa certa com quem trabalhar. Três palavras que os definam? Rock And Roll. E nem pensam em separar-se, isso é coisa para gente de crises existenciais.



Querem saber mais? Leiam aqui o resto da entrevista.

2 comentários: