/* */ Cor Sem Fim: As Aventuras da Ju #1 {a viagem}

4.5.15

As Aventuras da Ju #1 {a viagem}

Partida: Portalegre, PORTUGAL
Destino Principal: Amesterdão, HOLANDA
Primeiro Destino: Poitiers, FRANÇA



{Como vos disse fui viajar. Não tive oportunidade de vos contar todo o processo antes, mas a caixa dos comentários está disponível para qualquer questão que queiram pôr e eu tentarei responder a tudo o que souber.
Estas viagens são organizadas pela escola, pelo que parte dos preços não serão os mesmos no caso de vocês irem sozinhos. Não sei o que se pagou por algumas coisas, como é o caso das dormidas em hotéis ou a viagem de autocarro, mas sei o preço de certas visitas a museus ou edifícios ou até de algumas compras .}


No primeiro dia estava planeado ser viagem. E assim foi. Partimos às cinco da manhã (hora portuguesa) e chegámos por volta da meia noite e meia ao Hotel Jules Verne**, no Parc du Futuroscope, em Poitiers. Fizemos as paragens do costume (quero dizer, as mesmas que foram feitas para as outras viagens), normalmente de três em três horas ou de quarto em quatro horas. Parámos perto de Vilar Formoso para tomar o pequeno-almoço por volta das oito da manhã. Entrámos logo de seguida em Espanha, que é a um passinho de Vilar Formoso, e aí mudámos a hora. Almoçámos por volta da uma (hora espanhola), lanchámos as quatro e meia e jantámos as seis, tudo isto em Espanha.Tivemos que jantar as seis da tarde, o que acho ser muito cedo, porque foi aqui que começou a saga do autocarro desastrado. E o que quero eu dizer com isto, perguntam vocês. O nosso autocarro sofreu imensaaaaas peripécias durante a viagem e acho que nenhum dia foi excepçao. Mas não se preocupem que vai estar tudo explicadinho ao longo destas publicações. Pode-se dizer que esta viagem foi uma verdadeira aventura. Neste dia o problema começou por ser o ar condicionado, o que provocava o não desembaciamento do vidro de cima (o autocarro era de dois andares e eu ia no de cima com os meus pais e o meu irmão) e o aquecimento HORRÍVEL no andar de cima. Imaginem só: tendo nós que andar de camisolas fortes na rua, no autocarro era caso para andar de manga curta. Horrível. A ajudar: os motoristas pareciam chateadíssimos com tudo e com todos o que tornava a situação ainda menos agradável.

Passando às refeições: nós somos uma família prevenida. Assim sendo, e não sendo esta a primeira viagem que fazemos, levámos algumas refeições. Ou seja, o almoço, lanche e jantar do primeiro dia foi levado de casa e o dinheiro que foi gasto foi nas estações de serviço, na compra de pão (área de serviço de Suco; 2,40€) e de café (área de serviço de Suco, 1€). Depois deste jantar super cedo, continuámos a viagem e chegámos ao hotel, onde apenas deu tempo para tomar banho, deitar e aproveitar ao máximo para descansar. 

O plano previsto para este dia foi quase todo cumprido (exceptuando aquela situação de jantarmos mais cedo, o que nos levou a chegar ao hotel cerca de uma hora mais tarde. Isso e o facto de os senhores motoristas serem "uns desorientados" que se perdiam em todo lado, mas conto mais sobre isto quando for o momento).

2 comentários:

  1. Anónimo4.5.15

    O hotel Jules Verne era temático ? Tinha algo alusivo ao livros do autor ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela tua pergunta!

      Sim, o hotel era kinda temático. Era subtilmente inspirado nas Vinte Mil Léguas Submarinas :)

      Eliminar